fbpx
começar a ganhar dinheiro no youtube

Como começar a ganhar dinheiro no Youtube com um bom planejamento estratégico

Sumário

Uma vez conhecida e estudadas todas as formas, é hora de fato de começar a ganhar dinheiro no Youtube. Isso significa entender quais objetivos alcançar, quais caminhos fazem mais sentido, os indicadores que ajudarão a medir isso… ou seja, fazer um planejamento estratégico o mais detalhado possível para os conteúdos e perfil da plataforma.

Planejar o conteúdo para começar a ganhar dinheiro no Youtube

Se estamos falando de ganhar dinheiro em uma plataforma em que conteúdo é o carro chefe, é ideal começar o planejamento estratégico pensando em como criar vídeos que interessem e sejam consumidos.

Entender seu público-alvo: o ponto de partida

Para quem é o conteúdo que você está criando? Essa é uma das primeiras perguntas que você deve se fazer ao pensar em criar conteúdos. Além de procurar definir do modo clássico, traçando uma faixa etária, interesses, gênero, história, carreira, entre outros, é recomendado que também sejam pensadas especificidades dos conteúdos para Youtube, ou seja:

  • Duração média: seu público-alvo gosta de algo mais direto ao ponto ou prefere conteúdos mais longos?
  • Formato e linguagem: você pode apostar em animações, uma pessoa apresentando, entre várias outras possibilidades. Além disso, a linguagem também é importante, afinal, o público quer algo mais formal ou informal?
  • Frequência e horário: seu público costuma acessar o Youtube quantas vezes por semana e por volta de que horário? Isso ajuda a definir a frequência das postagens do canal.
  • Tipo de conteúdo: o que seu público consome ou gostaria de consumir? Tutoriais, aulas, entretenimento, entrevistas?

Palavras-chave: como guiar os temas

Uma vez definidos o público-alvo e os detalhes que ajudarão a guiar o planejamento estratégico, também é importante mergulhar em palavras-chave que guiem quais temas serão abordados. Assim como o Google, o Youtube funciona como um buscador e isso significa que há temas e expressões mais procuradas.

Dessa forma, para ter mais chances do seu vídeo ser visto, é recomendado buscar quais as palavras-chave que têm uma melhor performance dentro do tema do seu canal e, com elas, otimizar o seu vídeo. Isso significa deixá-las em evidência nos títulos, descrição, hashtags, entre outros.

Faça bem feito: cuidados técnicos e roteiro

O seu vídeo não precisa ter uma qualidade digna de estúdio de cinema logo de cara. Ao mesmo tempo, é bom ter uma infraestrutura com uma boa iluminação e captação de imagem e de áudio. Esses elementos são muito importantes para garantir que o público tenha acesso ao conteúdo, conseguindo ver e escutar tudo que foi gravado. Com o crescimento do canal, é indicado melhorar aos poucos esses quesitos, investindo em câmeras e equipamentos que achar necessários para entregar um conteúdo com cada vez mais qualidade.

Além do visual do conteúdo, é importante que o vídeo tenha um bom roteiro, com começo, meio e fim e um tema central que permeia toda a sua estrutura. Durante toda a sua duração ele tem que construir e entregar valor para o público sendo objetivo na mensagem, caso contrário, as pessoas não assistirão. Aqui, por sinal, é interessante frisar que ficar enrolando no começo dos vídeos é ruim e faz com que haja muitas desistências, por isso, comece de forma sucinta e já introduzindo o assunto.

Essa mesma objetividade deve vir no título, afinal quanto mais claro sobre o que será o conteúdo, mais bem selecionado e interessado será o público. Por sinal, evite a todo custo prometer um tema nas chamadas e no vídeo entregar outra coisa: isso pode acarretar em avaliações e comentários negativos, o que pode prejudicar muito um canal e todo o seu planejamento estratégico.

Aproveite e reaproveite ao máximo cada conteúdo para começar a ganhar dinheiro no Youtube

Se o seu negócio tem mais de um meio de divulgação, seja ele um blog ou outras redes sociais, encontre formas de compartilhar e reaproveitar os vídeos. Por exemplo: em redes como o Instagram, é possível postar uma versão resumida do vídeo ou só uma prévia convidando o público a assisti-lo na íntegra no Youtube. Outra estratégia é fazer artigos sobre o tema (ou abordando temas relacionados) dos vídeos e linká-los ao longo do texto, direcionando as pessoas para lá.

Uma boa dica para o planejamento estratégico do canal é postar com uma frequência mais alta, de duas a mais vezes por semana, e com temas encadeados. A alta frequência faz com que o canal tenha mais visualizações e, consequentemente, aumente o engajamento e a popularidade. Além disso, fazer vídeos com temas complementares ou uma série sobre determinado assunto pode ajudar a prender o público no canal por mais tempo. Com isso, é possível fazer playlists temáticas ou fazer ganchos entre os vídeo, um indicando o outro. Por exemplo: se o tema do vídeo é planejamento financeira, ao meio dele ou ao final é interessante falar que ele precisa ter um bom fluxo de caixa, tema que é explicado melhor em outro vídeo do canal, indicando o link para ele.

Ter métricas bem definidas

Também chamadas de KPIs (Key Performance Indicator), as métricas servem para ajudar a medir o sucesso do conteúdo produzido, assim como revelar outros planejamentos estratégicos que façam mais sentido. Dessa forma, todo o trabalho descrito acima pode ser analisado com profundidade. Cada rede social tem indicadores mais recomendados para usar como referência e no Youtube não é diferente.

Dentro da plataforma de vídeos, há dois KPIs principais:

Tempo assistido

Essa é a principal métrica do Youtube e mede quantos minutos foram assistidos tanto de cada vídeo como do canal como um todo. Como o próprio nome já diz, ela revela quanto tempo o público está ficando no seu conteúdo, o que revela diretamente o quão interessante e engajante ele é. 

Visualização dos vídeos

A visualização de vídeos é mais abrangente do que o tempo assistido, mas ainda assim é um número que pode ajudar o canal. Um maior número de visualizações significa que o vídeo chamou atenção, seja pelo tema, capa ou título, e a partir dessa métrica também é possível entender os dias e horários de postagem que mais atraiu o público, o que ajuda a organizar uma agenda.