fbpx
Gestão de equipe

Saiba o que é gestão de equipe e por que investir nisso já

Sumário

Apesar de ser uma área geralmente atribuída aos Recursos Humanos, é muito importante para um empreendedor ter um bom conhecimento sobre gestão de equipe. Afinal, tanto no momento em que ele vai abrir um negócio como quando a empresa atinge um tamanho considerável, todos abaixo dele são a equipe que ele deve liderar. Mas o que exatamente define a gestão de uma equipe?

O que é gestão de equipe

A gestão de equipe é uma tarefa dedicada a manter os colaboradores de uma empresa motivados a atingir resultados cada vez melhores. Os responsáveis por ela são os líderes de cada área e o empreendedor fundador da empresa, principalmente se ela tiver uma equipe pequena.

Nessa gestão, é importante unir estratégias para manter a equipe unida e motivada, com caminhos e formas claros de crescer profissionalmente dentro da empresa.

A importância da gestão de equipe e por que começar já 

Sem uma equipe, um negócio pode ficar parado lá no começo, quando surge a ideia para abrir uma empresa. É a equipe, seja ela de duas ou mais pessoas, que faz o negócio acontecer, afinal, são necessários profissionais de especialidades diversas para lançar um produto no mercado e dificilmente uma pessoa só consegue fazer tudo sozinha. Dessa forma, ter uma equipe boa e, principalmente, motivada a trabalhar é também um meio de investir no crescimento do negócio.

Como fazer a gestão de uma equipe

Para fazer uma gestão de equipe de qualidade, antes é preciso considerar que cada empresa e time são únicos, mas é possível seguir algumas boas práticas para ter o melhor resultado possível. Confira algumas delas abaixo:

Tudo começa na contratação

Contratar um funcionário é algo custoso. Demiti-lo também. Por isso, uma das partes mais importantes da gestão de pessoas é exatamente na hora da contratação, pois é importante não só achar um profissional super qualificado, mas uma pessoa que tenha um encaixe com a empresa. Caso contrário, ele poderá se tornar uma dor de cabeça para você e para o seu time. É por isso que no momento de contratação o currículo importa, mas o comportamento do candidato, assim como onde ele será alocado também.

É claro que nem sempre é possível conhecer o candidato a fundo somente com entrevistas, então uma dica é aplicar um teste de personalidade. Eles ajudam a traçar a personalidade do candidato e a entender se ele se encaixa na vaga proposta e na empresa.

Por exemplo: um candidato analítico e introspectivo em uma vaga de vendas, que exige muita comunicabilidade, é algo que pode não dar certo. Ao mesmo tempo, ele poderia performar bem na análise de dados da área de atendimento. É por isso que a escolha deve ser feita com muito cuidado, tanto para não ser enganado por um currículo como para não desperdiçar e perder um profissional talentoso por um erro de alocação.

Seja e escolha um bom líder

O modelo de liderança em que o chefe é distante e só cobra resultados impossíveis acabou. Hoje em dia, já está mais do que comprovado que a equipe fica muito mais motivada com uma liderança que sabe conduzi-la para os melhores resultados. A questão que fica é: como fazer isso?

Carisma e humildade são características muito valorizadas em um líder. É importante uma liderança que saiba reconhecer os próximos erros e dar abertura para a equipe, promovendo uma integração forte de todos como grupo. Ao mesmo tempo, ele precisa saber cobrar e provocar os colaboradores, incentivando-os a pensar fora da caixa e a melhorar como profissionais.

Por fim, outro traço que um líder precisa ter é saber ler as pessoas, principalmente sua equipe. Dependendo do momento em que estiverem, desanimados com metas que parecem impossíveis, sem confiança por um projeto que deu errado ou estimulados por vitórias recentes, ele deve saber estimulá-los, seja restaurando a motivação das pessoas ou incentivando-os a ir além.

Saiba motivar as lideranças

Não são só os líderes que precisam saber motivar a equipe, mas eles também precisam se sentir motivados… caso contrário, eles dificilmente conseguirão fazer o mesmo com os outros. As dicas de como ser um bom líder valem aqui também, afinal o dono do negócio é a liderança das outras lideranças. No entanto, para engajar os colaboradores que estão à frente das equipes é preciso um pouco mais. 

É importante que líderes façam parte de tomadas de decisão relevantes, nem que seja somente dentro da sua área de atuação. Também, ele deve estar a par dos objetivos e metas que devem ser alcançadas e é essencial que tudo seja comunicado de forma clara e aberta à opinião deles. Afinal, eles têm uma visão mais a fundo da área e da equipe que precisará executá-las.

Um líder motivado pode ser capaz de impactos gigantescos em uma equipe, transformando resultados e tornando todos engajados. Mas cuidado! O oposto é igualmente real, por isso, preocupe-se com as suas lideranças.

Como fazer a tal da motivação

Falamos muito de manter equipes e líderes motivados, mas é importante explorar com mais detalhe como fazer isso.

Ao contrário do que muitos podem pensar, feedbacks são uma fonte importante para manter a sua equipe motivada e evoluindo profissionalmente. Eles são ferramentas muito importantes para alinhar expectativas em relação ao trabalho, por exemplo. No entanto, deve-se tomar cuidado e estudar bem a forma com que ele será feito, para não levar a interpretações errôneas e desmotivar funcionários.

Por fim, outra questão importante no caminho para motivar colaboradores é saber distinguir o que as equipes podem estar enfrentando no momento. Elas estão às vésperas da entrega das metas? Há algum projeto importante em andamento que demanda mais atenção? Aqui é preciso encontrar formas de estimular o time, animando-o para concluir esse período estressante, mas ao mesmo tempo mantê-lo focado em atingi-las. Talvez uma reunião mais descontraída para trocar ideias sobre outras estratégias que ainda não foram testadas para alcançar as metas ou alavancar o projeto podem ser uma boa.

Se você quer saber mais sobre como gerir uma empresa, confira nosso guia completo!