fbpx
Ideias para abrir um negócio

Ideias para abrir um negócio: tudo o que você precisa saber 

Sumário

Ter ideias para abrir um negócio é uma das partes mais importantes para começar. Afinal, se quiser convencer possíveis sócios a embarcarem com você ou conversar com possíveis clientes sobre a solução, tudo o que terá nesse momento é o conceito do negócio.

Engana-se, no entanto, quem acredita que é preciso ter aquele momento eureca no qual a ideia vem pronta. Se você quer empreender mas não sabe com o que ou já tem uma noção mas não sabe se é uma boa aposta, saiba que é possível desenvolver um conceito promissor do zero. No entanto, antes de abordar como fazer isso é importante definir: o que seria uma boa ideia?

O que é uma boa ideia para abrir um negócio?

Uma boa ideia depende de alguns fatores. Um deles é que ela resolva um problema e outro, que tenha demanda. O Uber é um exemplo clássico de uma solução que resolveu o problema de conseguir caronas de forma prática. Ao mesmo tempo, vender comidas para dietas restritivas em um lugar onde não há essas opções pode solucionar essa falta se houver a demanda.

Por falar em demanda, aqui é importante definir que ter um problema não necessariamente significa ter uma procura para a solução. Oferecer alimentos para dietas restritivas soluciona um problema para um grupo de pessoas. No entanto, se onde você abrir o negócio não tiver pessoas com esse perfil, não há demanda. Logo, o empreendimento tem grandes chances de não dar certo.

Além disso, o negócio tem que ter um diferencial que o destaque dos concorrentes. Existem várias formas de fazer isso, como apostar em um produto mais inovador ou em uma experiência do usuário mais eficaz. Para definir esse diferencial é importante observar os concorrentes e, principalmente, o que eles poderiam melhorar.

Por fim, por mais complexo que seja o negócio, é essencial que o conceito por trás seja simples. Trazendo novamente o exemplo do Uber: ao invés de explicar como funciona o aplicativo e suas diversas modalidades, é possível simplesmente falar que é um aplicativo que conecta motoristas a pessoas que querem se locomover. Dessa forma, fica muito mais fácil de conseguir interessados na sua ideia.

Abaixo, vamos ensinar alguns passos que podem ajudar no processo de elaboração de uma boa ideia.

Ideias para abrir um negócio: como começar

Dificilmente a primeira ideia que você tiver será a melhor, por isso, é bom procurar ter o máximo de ideias possível. Esse exercício não precisa ser maçante: ao invés de se forçar a fazer um brainstorm de poucas horas, prepare um bloco de notas e comece a anotar todas as ideias que surgirem ao longo do tempo. Não se apegue a nenhuma, apenas a anote e deixe para avaliar depois.

Também, é importante se desprender do conceito de uma ideia de negócio, que muitas vezes vem carregado com uma noção de um empreendimento pronto e bem-sucedido. Como já citado, uma boa ideia é onde há oportunidade, por isso, qualquer situação que você vivenciar e perceber que há um problema, tanto como cliente como se trabalha efetivamente com isso, anote também. 

Aqui já fica outra dica: conhecer o mercado no qual você abrirá o negócio é uma das melhores opções, principalmente para poder identificar oportunidades. Afinal, conhecê-lo faz com que você identifique falhas internas mais facilmente e saiba quais são os possíveis concorrentes. Dessa forma, preste atenção à sua experiência em diferentes mercados e procure perceber se há pontos a melhorar e como isso seria possível.

Atenção: ao procurar oportunidades, perceba se você está identificando problemas que realmente existem ou criando novos da sua cabeça. Uma dica bem comum é anotar esses problemas com frases que comecem com “Eu odeio quando”, pois serão incômodos reais seus, como um desabafo.

Filtrando uma boa ideia de negócio

O ideal é que, chegando neste momento, você já tenha uma boa lista de ideias variadas para abrir um negócio. Agora, é hora de filtrar e polir as melhores para só ao final chegar na grande vencedora. Comece selecionando as que você considera mais promissoras ou as que lhe estimulam mais por algum motivo – ficar entusiasmado com a ideia é algo bem importante, afinal será um investimento de longo prazo.

Depois dessa pré-seleção, é hora de virar cada ideia do avesso. Pesquise a fundo sobre cada uma e procure possíveis concorrentes. É quase impossível ter uma ideia totalmente original, por isso procure entender por que o seu viés seria diferente, por que nunca fizeram dessa forma antes e, se já fizeram, se há como melhorar.

A pesquisa não deve se restringir à busca na internet: é preciso conversar também com pessoas que trabalham na área e, principalmente, com clientes potenciais. Aqui você vai perceber a importância de ter uma ideia simples, já que precisará explicar o conceito de forma fácil para as pessoas.

Na pesquisa com pessoas do mercado, procure a opinião sincera delas – como quais os pontos fracos e fortes da sua ideia – e esteja preparado para receber críticas: são a partir delas que você poderá crescer e tornar sua ideia melhor. Também questione sobre concorrentes, o que eles trazem de novo ao mercado e tendências da área.

Com o público-alvo, a conversa é um pouco semelhante, mas com o viés de um cliente. Por isso, foque em perguntar se eles consumiriam o seu produto, o que gostam dele, o que não gostam e o que poderia melhorar. Por fim, pergunte o mesmo mas em relação aos seus concorrentes, é importante saber onde eles estão acertando e errando do ponto de vista do consumidor.

Uma boa ideia para abrir um negócio não é tudo

É importante frisar que uma boa ideia não é garantia de um negócio de sucesso. Ela pode ser sensacional e ajudar a atrair interessados principalmente no começo, mas tudo depende de como ela será posta em prática. Uma ideia mal executada pode por tudo a perder – e trazer muitos problemas financeiros para o empreendedor.

Para evitar esse cenário, o primeiro passo para tirar a ideia do papel é ter um bom plano de negócios. Se você quiser saber mais, confira nosso “Guia definitivo sobre como abrir um negócio“.