fbpx

Mercado e tendências: como manter a relevância do seu negócio

Mercado e tendências

Ter um negócio com bons resultados é algo positivo, mas pode ser passageiro. Inovações e mudanças estão constantemente alterando o mercado, trazendo vantagens para concorrentes e por vezes transformando coisas que eram positivas em negativas. Para não ficar para trás, é preciso estar 100% ligado no que acontece no mercado e nas tendências que ameaçam mudá-lo.

Por que ficar de olho no mercado e nas tendências

A importância de sempre manter um olho nas tendências e no mercado do seu negócio são inúmeras e exemplos não faltam. Afinal, nenhum empreendedor quer ter a mesma história de empresas como a BlockBuster, que recusaram oportunidades de inovação. Caso você não conheça essa história, quando a locadora estava no auge, ela teve a oportunidade de comprar a Netflix e recusou. O final a gente já sabe: em pouco tempo ela deixou de existir por não ter arriscado. Para não seguir o mesmo caminho, confira abaixo os principais motivos para acompanhar as tendências.

Ser relevante sempre

O seu negócio pode até ser o líder, mas se não arriscar tem chances de ser substituído rapidamente. Hoje, o mercado é altamente dinâmico e isso significa que todos os seus participantes estão constantemente procurando formas de inovar e se diferenciar. Seja proporcionando uma experiência de compra inovadora, seja apostando em um produto nunca visto antes.

Não é necessário apostar em todas as inovações que surgirem, mas só de acompanhar as tendências já será mais fácil filtrar as que fazem sentido e as que não fazem e manter o seu negócio relevante.

Ficar à frente da concorrência

Estar por dentro das inovações e absorvê-las fortalece o diferencial do negócio. Isso faz com que a empresa seja reconhecida com mais facilidade no mercado pelos consumidores e inclusive concorrentes que estão parados no tempo. Esses, por sua vez, podem tentar copiar e melhorar a sua fórmula, o que torna ainda mais indispensável a necessidade de sempre ir atrás de novidades e de reinventar os negócios.

A empresa com um diferencial forte se destaca da concorrência, sendo cada vez mais competitiva e, consequentemente, saindo na frente. Afinal, ser uma marca que tem destaque no mercado torna muito mais fácil a aquisição de novos clientes por meio de um marketing orgânico, ou seja, o famoso boca-a-boca.

Fortalecer o seu negócio

Sair na frente é um passo importante de estar por dentro das tendências, mas isso acontece muito porque as inovações de fato trazem melhorias para ele. Implementar um novo sistema de gestão pode fazer com que os colaboradores gastem menos tempo em processos automáticos e mais na elaboração do produto, por exemplo. Em outras palavras, inovar em um negócio pode gerar grandes economias de tempo e capital, assim como melhorar processos e produtos. 

Mas afinal: como identificar boas tendências?

Já foi possível entender o porquê de ficar de olho em tendências é tão importante, mas as questões que podem estar em aberto são: como identificá-las? Como saber se vale a pena investir nelas ou se serão um mau negócio?

A princípio, não existe uma fórmula mágica que aponta as tendências que trarão resultados positivos das que trarão resultados negativos. Não se pode esquecer que apostar em inovações é um risco, por isso é bom avaliá-las com cuidado antes de mergulhar de cabeça. Confira algumas dicas a seguir para ajudar a criar esse filtro:

Consulte quem entende

Acompanhar o trabalho de especialistas e estudiosos do mercado ou de inovações no geral é uma ótima forma de começar. Não raro, eles conseguem perceber mudanças ou veem potencial em uma novidade que pode bombar depois.

A melhor opção para ter o insight desses profissionais é ter contatos na área, assim por meio de conversas sobre mercado você pode conseguir informações de forma privilegiada. Se isso não for possível, seguir essas personalidades nas redes sociais pode ajudar.

Outra forma inclusive de conhecer esses especialistas é mergulhar de cabeça em revistas e sites especializados do setor, que geralmente trazem estudos e artigos de opinião sobre o que esperar para o mercado.  

Fique atento ao mercado

Um dos piores erros que um empreendedor pode cometer é se fechar e não ficar de olho no mercado ou nos seus concorrentes. Afinal, todos estão buscando qual será a nova tendência e, se alguém achá-la antes, é bom estar de olho para embarcar logo no começo e não ficar para trás.

Ao mesmo tempo, tanto o mercado quanto seus concorrentes também podem ser um bom medidor para identificar com mais clareza se uma tendência vale a pena ou se pode ser furada. Por isso, sempre fique atento para os mínimos detalhes que estão acontecendo em torno do seu negócio.

Escute seu público-alvo

O seu negócio existe para resolver um problema de um público-alvo, certo? Dessa forma, uma das etapas mais importantes na hora de identificar tendências é ouvir os seus clientes. Faça pesquisas com eles sobre tendências e inovações e mantenha o canal de comunicação aberto.

É importante também perceber se a área de atendimento da sua empresa tem recebido solicitações para uma nova função, por exemplo: isso pode ser sinal de uma nova tendência!

Olhe para dentro

O seu próprio negócio pode ser um bom filtro para tendências! Normalmente, já é indicado que todo empreendedor analise bem de perto o próprio negócio, mas é recomendado ir além. Ao verificar se as vendas estão indo bem, é importante prestar atenção no que está vendendo mais e se teve alguma baixa repentina. O alto ou baixo interesse nos seus produtos e serviços são sinais diretos do que o consumidor precisa ou não.

Depois de identificar sinais desse tipo é possível fazer uma investigação, talvez inclusive aplicar uma pesquisa com os clientes, para entender o que pode estar acontecendo. No caso, o concorrente do seu negócio pode ter encontrado alguma forma de atender novas demandas ou de melhorar o produto – e você precisa estar ligado! Para não perder esses sinais, alguns indicadores para ficar de olho são: itens mais vendidos, frequência de compra e ticket médio (média de quanto cada cliente gasta nos seus produtos).

Se você quer saber mais sobre como gerir uma empresa, confira nosso guia completo!