fbpx
SEO On-page: o que saber para construir um conteúdo otimizado

SEO On-page: o que saber para construir um conteúdo otimizado

Sumário

O sucesso na pesquisa orgânica hoje requer a otimização de uma combinação de fatores que os mecanismos de pesquisa consideram importantes – técnicos (SEO técnico), na página (SEO on-page) e fora da página (SEO off-page).

Ao longo dos anos, vimos um maior foco em técnicas off-page – como o link building – e outros elementos mais técnicos de estrutura. Mas a real é que agora o SEO on-page nunca foi tão usado e discutido, sendo um recurso dos produtores de conteúdo, para não só falar com sua audiência, mas também com os mecanismos de pesquisa.

E como esse ambiente está em constante evolução, é importante ter certeza de que seu conhecimento de SEO on-page está atualizado.

O que é SEO on-page?

SEO on-page refere-se à prática de otimizar seu conteúdo para melhorar as classificações do mecanismo de pesquisa e ganhar tráfego orgânico.

Além de publicar conteúdo relevante e de alta qualidade editorial, o SEO on-page inclui a otimização de seus títulos, tags HTML (headings, meta-title e description) e imagens. Isso também significa garantir que seu site tenha um alto nível de especialização, autoridade e credibilidade.

Ele leva em consideração vários aspectos da página da web que, quando somados, melhoram a visibilidade do seu site nos resultados da pesquisa.

Por que o SEO on-page é importante

O SEO on-page é importante porque ajuda os mecanismos de pesquisa a entender seu site e seu conteúdo, bem como a identificar se ele é relevante para a consulta de um usuário.

Conforme os mecanismos de pesquisa se tornam mais sofisticados, há um foco maior em relação à relevância e à semântica nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa (SERPs).

O Google, com sua infinidade de algoritmos, agora é muito melhor em: compreender o que os usuários estão realmente procurando ao digitar uma consulta; e entregar de resultados de pesquisa que atendam à intenção (informativo, compras, navegação).

A adaptação a esse desenvolvimento é essencial, e você pode fazer isso garantindo que seu site e seu conteúdo – tanto o que é visível para os usuários (ou seja, texto, imagens, vídeo ou áudio) e elementos que são visíveis apenas para pesquisa motores (ou seja, tags HTML, dados estruturados) – estejam bem otimizados de acordo com as práticas recomendadas de SEO. Ao investir no SEO on-page, você terá um aumento no tráfego e um aumento na sua presença de pesquisa. 

Este guia irá guiá-lo através dos elementos mais importantes do SEO on-page.

1. E-A-T – Pilares do SEO

E-A-T, que significa Expertise (conhecimento), Authoritativeness (autoridade) e Trustworthiness (credibilidade), é a estrutura que os avaliadores do Google usam para avaliar criadores de conteúdo e suas respectivas páginas.

O Google deseja garantir que os sites que produzem conteúdo de alta qualidade sejam recompensados ​​com melhores classificações e que os sites que criam conteúdo de baixa qualidade tenham menos visibilidade.

Existe uma relação clara entre o que o Google considera um conteúdo de alta qualidade e o que aparece nos resultados da pesquisa.

Chame isso de correlação ou causalidade – seja o que for, E-A-T está de alguma forma desempenhando um papel nos resultados de pesquisa orgânica do Google. 

2. Title tag

É o título de destaque nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa (normalmente usado como o link clicável), bem como na janela do navegador. Falta de title tag, title tag duplicadas e mal escritas podem impactar negativamente seus resultados de SEO, então certifique-se de otimiza-las.

3. Meta description

Meta descriptions fornecem uma descrição do assunto da página, são frequentemente exibidas nas SERPs abaixo do título da página (ou title tag). Otimizar a meta description corretamente pode ajudar a melhorar taxa de cliques (CTR), percepção da qualidade do resultado e percepção do que seu site oferece.

4. Cabeçalho (headings)

Tags de cabeçalho são elementos HTML (H1-H6) usados ​​para identificar títulos e subtítulos em seu conteúdo. Headings podem impactar indiretamente suas classificações por tornar seu conteúdo mais fácil e agradável de serem lidos, além de fornecer contexto rico em palavras-chave sobre o seu conteúdo para os motores de busca.

5. Canibalização de palavras-chave

Segmentar um termo específico em várias páginas pode causar “canibalização de palavras-chave”, o que tem consequências ruins para o seu SEO. Quando você tem várias páginas de classificação para a mesma palavra-chave, na verdade está competindo consigo mesmo.

6. Auditoria de conteúdo

A maioria dos produtores estão focados na criação de novos conteúdos, que eles esquecem de auditar o conteúdo existente. E isso é um erro. Auditar seu conteúdo existente é crucial porque ajuda você a avaliar se o seu acervo está atingindo seus objetivos e obtendo ROI; e identificar se as informações em seu conteúdo ainda são precisas ou se tornaram obsoletas (ou até mesmo desatualizadas). As auditorias de conteúdo podem ajudar muito na sua estratégia de SEO e devem ser feitas regularmente.

7. Otimização de imagem

Otimizar as imagens de maneira adequada o ajudará a aproveitar ao máximo um valioso ativo de SEO. A otimização de imagem tem muitas vantagens, como: oportunidades adicionais de classificação (aparecem na Pesquisa de imagens do Google); melhor experiência do usuário; tempos de carregamento de página mais rápidos.

Se esse conteúdo de SEO on-page te interessou, não deixe de conferir nosso guia completo sobre como Digitalizar seu Negócio e se aprofundar ainda mais no assunto!