fbpx
Melhores redes sociais

As melhores redes sociais para cada negócio

Sumário

Ao contrário do que muitos pensam, definir quais as melhores redes sociais para o seu negócio não é uma questão óbvia. Cada uma delas têm suas características próprias assim como foco e público diferentes. Por exemplo, enquanto algumas focam muito em divulgar o estilo de vida do público, outras são usadas para fazer contatos profissionais e por aí vai.

De qualquer forma, as redes sociais são ambientes nos quais além de atingir o público do negócio com mais assertividade, também é possível coletar dados importantes sobre ele, entendendo suas necessidades, hobbies e ambições. Por isso, é essencial a presença do negócio nessas plataformas, mas principalmente nas que fazem sentido para ele e onde o público dele está.

Abaixo, você confere as redes sociais mais usadas no Brasil e para quais públicos e conteúdos elas são mais indicadas:

Facebook: a rede das notícias

O Facebook é uma das redes sociais mais famosas do mundo, o que significa que ela é uma das mais usadas também. Só no Brasil, ela conta com cerca de 130 milhões de usuários e 98% das empresas ao redor do mundo têm um perfil na rede ou a utilizam de alguma forma. Mas cuidado: não adianta só chegar e criar que o sucesso está garantido.

Apesar de abrigar uma grande quantidade de pessoas, o conteúdo para essa rede deve ser pensado com calma. O Facebook é uma das redes sociais que mais promove interação social, com muitas discussões entre usuários tanto em grupos como em postagens. Em outras palavras: quem está nele não está de passagem, mas sim para comentar e compartilhar publicações que achar relevantes, assim como entrar em contato com pessoas que tenham os mesmos interesses.

Exatamente por essas características, postagens de notícias, artigos, conteúdos de blog e informações em vídeo ou imagens vão muito bem. O importante é que elas provoquem os seguidores a interagir com a publicação de alguma forma – marcando conhecidos, comentando ou compartilhando. O foco é apostar em conteúdos de interesse do público que conversem com a sua marca. No entanto, cuidado: o ideal é evitar polêmicas, pois apesar de gerar engajamento, pode dar uma imagem negativa para o negócio.

Instagram: foco no visual

O Instagram é hoje uma das redes sociais mais utilizadas no mundo e no Brasil. Cerca de 70% de brasileiros que têm acesso à internet afirmaram que tem uma conta na rede social, assim como 48% dos usuários no mundo já compraram algum produto ofertado ou mencionado nela. Apesar de ser uma rede que começou somente com fotos, hoje ela traz diversos tipos de conteúdos que podem favorecer um negócio.

Com um alto índice de engajamento, o Instagram é uma rede social indicada para conteúdos muito visuais, sejam eles fotos, vídeos ou stories. Ele é muito eficaz na venda de produtos por ter funcionalidades como loja, onde é possível cadastrar produtos com o link direto para o site do negócio, por exemplo – lembrando que as fotos dos produtos têm que chamar atenção!

Exatamente pelo viés visual, o Instagram é muito indicado para o marketing da empresa, inclusive institucionalmente. Fotos de eventos, assim como revelar os bastidores do negócio (mostrar como os produtos são feitos, por exemplo) são conteúdos bem-vindos. Outras formas de aproveitar a rede é interagir e engajar o público com enquetes nos stories, uma ótima forma de, inclusive, conhecê-lo melhor.

Youtube: audiovisual e educação

Com mais de 2 bilhões de usuários, o Youtube é referência quando o assunto é audiovisual. De fato, é difícil passar um dia que seja sem ser impactado por um conteúdo da rede – tanto compartilhado em outras redes sociais quanto navegando por ela. Mas é importante saber que não é qualquer conteúdo, pois 31% do público acessa a plataforma para consumir vídeos educativos ou com viés de aprendizado.

Essa fama não veio do nada: o Youtube existe desde 2005 e acumula, além de inúmeros vídeos, verdadeiras comunidades de usuários. Essas comunidades podem girar em torno de influenciadores ou canais de marcas, mas é importante saber fazer os conteúdos certos. Em outras palavras, pensar em vídeos que atraiam o seu público e que sejam engajantes, estimulando quem assiste a comentar e compartilhar com a própria comunidade.

Além de ser uma forma do seu negócio atrair clientes com conteúdos interessantes, o Youtube é uma das únicas redes sociais onde também é possível monetizar. Ou seja: vídeos de sucesso são remunerados pela plataforma, o que pode significar outra fonte de receita para o seu negócio.

Twitter: novidades em poucas palavras

Assim como o Facebook, o Twitter é uma das redes sociais onde trazer notícias é uma das melhores apostas. No entanto, o grande diferencial entre as plataformas é que, enquanto na empresa de Zuckerberg o foco são grandes postagens e discussões, no Twitter a aposta é velocidade, resultado do limitador de caracteres, marca registrada da rede.

Dessa forma, é importante atrair o público de forma rápida e sucinta e, se preciso, direcioná-lo para um link onde o assunto poderá ser discorrido com mais calma (e espaço). Notícias e novidades vão muito bem na rede, sendo aconselhado também conteúdos com dados interessantes de pesquisas que tenham uma boa chance de serem compartilhados.

Linkedin: a rede corporativa

O Linkedin é uma plataforma mais formal, mas não significa que tenha menos sucesso. Somente no Brasil há mais de 32 milhões de usuários, sendo que 99,7% dos usuários no mundo utilizam para fazer networking e buscar parcerias. Aqui já dá para ter uma boa noção do viés que o perfil de uma empresa deve ter, certo?

No caso, o Linkedin é uma das redes sociais mais interessantes para apostar com força em conteúdos corporativos, sendo talvez a mais indicada para negócios que estão no momento de procurar parcerias – ou que querem isso em um futuro próximo. Em outras palavras, divulgar novidades da empresa, assim como oportunidades e eventos são uma boa pedida.

Outra dica é fazer conteúdos relacionados ao mercado onde seu negócio atua, um exemplo é compartilhar notícias da área focando em provocar engajamento da rede, algo que pode dar muito certo.