fbpx
como começar a ganhar dinheiro no YouTube analisando resultados

FSIndica: como começar a ganhar dinheiro no YouTube analisando resultados

Sumário

As redes sociais hoje são equipadas com inúmeras formas de ajudar negócios a ganhar dinheiro e isso não é diferente quando o assunto é YouTube. Mas para saber se um planejamento estratégico está funcionando, é preciso estudar em detalhe os resultados gerados pelos conteúdos publicados. Se você quiser saber como começar a ganhar dinheiro no YouTube analisando resultados, confira esse material.

> Quer ter uma visão maior sobre o assunto? Confira nosso guia completo sobre como ganhar dinheiro no YouTube!

Não é à toa que há maneiras tanto oferecidas nas plataformas como por outros aplicativos, de gerar e, principalmente, analisar resultados de um canal, por exemplo. 

Ganhar dinheiro nas redes sociais não é algo que acontece de um dia para o outro ou que conta com pura sorte. Afinal, mesmo que seja assim que um perfil possa viralizar, ele definitivamente não consegue manter o sucesso nesse ritmo – é a exceção e não a regra. Ou seja, para se dar bem nessas plataformas é preciso de um planejamento estratégico.

No geral, um planejamento estratégico é um mapeamento que procura identificar não só os objetivos de uma iniciativa, como os caminhos que devem ser percorridos para alcançá-los. 

No caso das redes sociais especificamente, o planejamento estratégico é muito importante, pois ao trabalhar com mídia paga, por exemplo, será preciso definir as personas a serem impactadas, os tipos de anúncio que farão mais sentido para cada uma, o orçamento total e de cada campanha e, principalmente, o que se quer alcançar com tudo isso. 

A importância de fazer todo esse processo é exatamente não se perder e jogar dinheiro fora. Com um bom planejamento é possível ter um rumo e entender se o caminho está trazendo os resultados esperados. Caso contrário, dá para identificar uma falha e corrigi-la antes de passar muito tempo – e gastar muito dinheiro.

Começar a ganhar dinheiro no YouTube tem que ser um processo enxuto e simples. Mesmo quando a coisa começa a se tornar mais complexa. Comece, justamente, simples. Esse é o maior inimigo do sucesso de qualquer canal.

No entanto, quando falamos de um vídeo ou canal do YouTube, há muitos aspectos e métricas para onde olhar. Confira abaixo quais os principais e as respectivas ferramentas indicadas para cada um:

Otimização: como fazer o conteúdo ser encontrado para analisar os resultados de um canal

Diferente de outras redes sociais, uma das principais funções do YouTube é a de ser um buscador de conteúdo, similar ao Google. Isso faz com que indicadores envolvendo otimização de conteúdo sejam centrais na hora de analisar resultados. Ou seja: palavras-chave, títulos, descrição, tags e até legendas são questões que devem ser levantadas na hora de enviar um vídeo para a plataforma.

A otimização é importante para aumentar a chance do vídeo aparecer entre as primeiras opções quando o público pesquisar pelo tema que ele aborda ou por um assunto complementar. Para isso, é preciso ser bem meticuloso, pois apesar de parecer simples, otimizar cada aspecto nos vídeos é trabalhoso e não raro algum detalhe pode acabar passando batido.

Se estamos falando de ganhar dinheiro em uma plataforma em que conteúdo é o carro chefe, é ideal começar o planejamento estratégico pensando em como criar vídeos que interessem e sejam consumidos.

Para quem é o conteúdo que você está criando? Essa é uma das primeiras perguntas que você deve se fazer ao pensar em criar conteúdos. 

Além de procurar definir do modo clássico, traçando uma faixa etária, interesses, gênero, história, carreira, entre outros, é recomendado que também sejam pensadas especificidades dos conteúdos para YouTube, como:

  • Duração média: seu público-alvo gosta de algo mais direto ao ponto ou prefere conteúdos mais longos?
  • Formato e linguagem: você pode apostar em animações, uma pessoa apresentando, entre várias outras possibilidades. Além disso, a linguagem também é importante, afinal, o público quer algo mais formal ou informal?
  • Frequência e horário: seu público costuma acessar o YouTube quantas vezes por semana e por volta de que horário? Isso ajuda a definir a frequência das postagens do canal.
  • Tipo de conteúdo: o que seu público consome ou gostaria de consumir? Tutoriais, aulas, entretenimento, entrevistas?

Dessa forma, para ter mais chances do seu vídeo ser visto, é recomendado buscar quais as palavras-chave que têm uma melhor performance dentro do tema do seu canal e, com elas, otimizar o seu vídeo. Isso significa deixá-las em evidência nos títulos, descrição, hashtags, entre outros. Tudo é tendência – e existem análises que são feitas anualmente para entender o comportamento do usuário. Confira essa do ano passado, por exemplo:

Para ajudar a analisar os vídeos em relação à otimização, algumas ferramentas são bem úteis. Confira algumas delas a seguir:

Google Keyword Planner

O próprio Google oferece uma forma de buscar os termos mais indicados para o YouTube com o Google Keyword Planner. Eles vêm acompanhados de informações como volume de cada palavra-chave, assim como também indica outras similares menos concorridas e com as quais é possível ter mais resultados, por exemplo.

TubeBuddy

TubeBuddy é uma extensão do Chrome projetada principalmente para otimizar sua distribuição de conteúdo de vídeo. É realmente uma ferramenta abrangente, que atua como um balcão único para todas as suas necessidades de entrega e distribuição no YouTube. 

E ele reside ali dentro do seu navegador. Você nem precisa sair do YouTube para usá-lo. Ao visitar o Estúdio de Criação, com o TubeBuddy instalado, você notará menus suspensos, links de atalho e ferramentas analíticas avançadas que você nunca viu antes. 

Esses recursos tornam sua vida mais fácil e permitem que você maximize a visibilidade de seus vídeos nos mecanismos de pesquisas. 

> Confira nosso guia completo sobre a ferramenta aqui!

vidIQ

Em alguns aspectos, o vidIQ é muito parecido com o TubeBuddy, uma vez que também ajuda a analisar os principais tópicos da otimização de um vídeo antes de ir para o ar. Além disso, ele também consegue avaliar conteúdos que já foram postados, indicando onde poderiam melhorar (mais tags, título com palavra-chave em maior evidência, thumbnail que merece uma atenção maior).

Essa questão de thumbnail é tão importante e tão simples, que saca só esse gráfico:

Para começar a ganhar dinheiro no YouTube, você precisa analisar constantemente métricas e resultados

Quando estamos falando das métricas para analisar resultados do sucesso de um vídeo, elas são as mesmas que foram definidas no planejamento estratégico do canal. No caso, são as que ajudarão o time a medir a performance dos conteúdos de acordo com o objetivo traçado.

No YouTube, há muitas métricas que podem ser levadas em consideração, mas as duas mais importantes são o tempo assistido e a visualização dos vídeos. 

A primeira é a principal métrica do Youtube e mede quantos minutos foram assistidos tanto de cada vídeo como do canal como um todo. Como o próprio nome já diz, ela revela quanto tempo o público está ficando no seu conteúdo, o que revela diretamente o quão interessante e engajante ele é. 

A visualização de vídeos é mais abrangente do que o tempo assistido, mas ainda assim é um número que pode ajudar o canal. Um maior número de visualizações significa que o vídeo chamou atenção, seja pelo tema, capa ou título, e a partir dessa métrica também é possível entender os dias e horários de postagem que mais atraiu o público, o que ajuda a organizar uma agenda.

Resumidamente, a primeira indica o tempo médio que o público fica assistindo o conteúdo e a segunda, quantas visualizações teve, ou seja, o quão atraente ele é. Mas existem outras ramificações, em cima dessas duas métricas macro, que vão te colocar no controle de toda a operação do seu canal do YouTube.

Você pode conferi-las aqui, em outro formato, para enriquecer sua experiência de conteúdo:

O universo é gigante, mas para começar, com essas duas métricas já é possível analisar se o conteúdo é interessante, uma vez que se não for as pessoas assistirão pouco tempo, assim como se ele se destaca na plataforma, ou seja, se a thumbnail e o título chamam atenção e levam as pessoas a quererem assisti-lo.

Para encontrar esses dados e gerar análises bem interessantes não é preciso ir muito longe, pois o próprio YouTube fornece uma ótima ferramenta: o YouTube Analytics.

YouTube Analytics

Dentro do próprio YouTube, o criador de conteúdo consegue ter acesso ao YouTube Analytics. A plataforma fornece dados ao vivo, sendo capaz de analisar um vídeo por vez, comparar dois ou mais ao mesmo tempo e também trazer informações do canal como um todo. 

Essa funcionalidade permite fazer uma análise cruzada entre conteúdos, por exemplo: se um vídeo tem mais tempo assistido que outro, algo nele prendeu mais o público. Pode ser a linguagem, o tema, a forma como o roteiro foi construído ou alguma chamada intrigante.

Além de fornecer o tempo médio assistido e as visualizações, o YouTube Analytics também revela várias outras informações e uma das mais interessantes é de onde o público acessou o vídeo. Esse dado é importante para entender o caminho que um possível cliente percorreu. 

Ele pode ter vindo de outra rede social, de outros canais ou a partir da busca direta no Youtube. É aqui que a ferramenta também pode ajudar a entender o quão efetiva está sendo a otimização dos conteúdos, por exemplo.

Quais são os cuidados ao analisar resultados quando começar a ganhar dinheiro no YouTube

Agora que você já sabe tudo o que é preciso olhar e onde gerar informações, também é importante saber com o que tomar cuidado ao analisar resultados. Pode parecer simples, mas há alguns detalhes que devem ser sempre seguidos quando o assunto é a avaliação de desempenho de métricas.

O primeiro deles é ter muito claro quais as metas da iniciativa e as métricas definidas. Por exemplo, se o canal foi criado para ganhar dinheiro, como está o faturamento? Se a estratégia era apostar na Lojinha de Produtos, quais os itens mais vendidos, quais os menos? Em que vídeos eles foram oferecidos? Se era por meio da mídia paga, o conteúdo está sendo assistido até o final?

Esses resultados não devem ser checados somente no dia do prazo final, pelo contrário. É aqui que entram o segundo e o terceiro detalhes: checar os resultados com frequência e ter em mente o tempo definido. Se o prazo para alcançar a meta é de um mês é imprescindível checar o avanço toda semana, talvez até mais. 

Todos esses passos são importantes para ajudar a identificar problemas e, se preciso, mudar a estratégia o quanto antes para não perder tempo ou dinheiro em algo que não está sendo vantajoso. Por isso, no primeiro sinal de uma performance ruim ou abaixo do esperado, deve-se analisar se é preciso mudar totalmente a estratégia ou somente alguns detalhes. 

O caminho para começar a ganhar dinheiro no YouTube realmente vale a pena?

Quando se fala em ganhar dinheiro, o YouTube pode ser uma verdadeira mina de ouro. Se alguém duvida, é só parar para pensar: quanto tempo você gasta assistindo vídeos na internet? Podem ser curtos ou longos e nem precisam necessariamente ser do YouTube, pode ser os que estão em outras redes sociais ou os que são enviados em grupos do WhatsApp. 

Dificilmente você passa um dia sem ver um conteúdo de audiovisual e isso faz sentido: os vídeos serão cada vez mais o formato de conteúdo favorito do público. Em uma pesquisa de 2019 realizada pela Cisco, foi estimado que até 2021, 82% do tráfego da internet seria gerado por vídeo. Nela, outra resposta interessante surgiu: 80% dos usuários afirmaram preferir esse formato a um texto online. 

No caso, os assuntos desses vídeos são bem variados: aprender algo em videoaulas, solucionar dúvidas por meio de tutoriais, avaliar produtos para se decidir acerca de uma compra, se informar e se entreter. É aqui que as marcas entram.

Segundo a pesquisa State of Video 2018, as empresas que apostaram no formato para benefícios dos negócios afirmaram que viram retorno sobre o investimento. De fato, a tendência é que cada vez mais marcas apostem em vídeos e que as próprias plataformas, como o Youtube, criem ferramentas para ajudá-las como formas de anunciar produtos, por exemplo.

O Youtube tem a vantagem, afinal é a maior plataforma do mundo, com mais de 2 bilhões de usuários conectados. O fato é impressionante pelo volume mas também pela entrega, uma vez que é capaz de reproduzir os conteúdos para bilhões de pessoas e não apresentar falhas. Uma prova disso é que a própria rede divulgou que a sua média diária de exibição é de mais de um bilhão de horas de conteúdo assistidos.

Apesar da crescente concorrência com streamings, o Youtube tem se mantido forte. Para se ter uma noção, ele é o segundo site mais acessado no Brasil e no mundo, ficando atrás somente do próprio Google. 

Pode não ser exatamente rápido crescer um canal no Youtube, mas uma vez que ele fica famoso ninguém segura. Segundo a própria plataforma, canais com mais de um milhão de inscritos crescem mais de 65% ao ano.

Por isso, negócios que quiserem crescer tanto como forma de projeção de marca como no aumento do faturamento é bom começarem um canal o quanto antes na plataforma, mas de forma consistente, com um planejamento estratégico e analisando resultados. Essa é a maneira mais segura para começar a ganhar dinheiro no YouTube.